Workshop Técnica de Entrevista

Confiram as dicas dos especialistas da Educar para o processo de seleção das empresas aéreas.

Anúncios

Deslocamento na mata – Sobrevivência Agosto 2015

Veja o filme em Tela Cheia e, se sua conexão permitir, em Full HD:

Nesta etapa, os alunos, dentro da mata atlântica, são obrigados a vivenciar e se confrontarem com um ambiente oposto ao habitual urbano.
Longe do conforto, da praticidade, do conhecido, são realmente postos a se “virarem” na natureza, em condições precárias, simulando um acidente.

Nossa mata atlântica brasileira apresenta, particularmente, dificuldades a serem enfrentadas.

A multiplicidade da vegetação: árvores, folhas, galhos diversos…
A natureza toda é “entrelaçada”, tudo é ligado a tudo, não tem quase separação, por isso a referência fica muito difícil.
A localização de onde se está e para onde se vai e a locomoção num terreno tão irregular exige atenção e orientação.

Nossos sobreviventes estão de parabéns!

Nosso agradecimento à Carolina Campos, pelo belíssimo texto.

Nós somos capazes de coisas que nem imaginamos!

Quem diria há muitos anos atrás que algum dia o homem seria capaz de voar?
Tudo é impossível se sonharmos mais alto.

Quando nós transformamos nosso sonho em um objetivo e lutamos com determinação por ele, estamos dando o passo certo para conseguirmos… Muitos duvidarão inicialmente se o plano for ousado demais, mas a fé é mais forte que qualquer receio e quem não se deixa amedrontar ganha sempre alguma coisa….

Nunca duvide de sua capacidade em superar as melhores expectativas.
Você terá que ser sempre o primeiro a acreditar para conquistar algo de valioso.
Só não conseguirá alcançar determinada meta se não se propuser a lutar por ela.

Parta e corra pela sua felicidade, sem receios nem hesitações.

Aconteça o que acontecer, a maior vitória será saber que deu o seu melhor em todos os momentos da sua batalha.
E nós conseguimos superar o frio, a fome, a falta de uma cama quentinha, água gelada e inúmeras situações por quais passamos este final de semana, mas nós conseguimos fomos guerreiros e hoje somos COMISSÁRIOS!

Carolina Campos

Parte Prática de Sobrevivência – agosto 2015

Veja o filme em Tela Cheia e, se sua conexão permitir, em Full HD:

“Falar da sobrevivência é muito fácil.

O ônibus estava previsto para sair às 06 horas da manhã. Acredito que, assim como eu, os alunos não conseguiram dormir, pensando na Sobrevivência.

Primeira prova: a pontualidade na hora de saída do ônibus.

Eles não sabiam o que os esperava: a fome, o relento, o frio… 

No Centro de Treinamento, uma surpresa: nada de “- Bom dia queridos alunos!”.
A ordem foi “- Formem fila, deixem as coisas lá dentro e voltem em 2 minutos!” 

Quando foi na minha, eu tive vontade de matar o Márcio!
Essa é uma peculiaridade da Sobrevivência: você toma raiva dos Professores…

Estando “do outro lado”, pude observar o semblante dos alunos… Eles ficam assustados…
Mas essa é uma estratégia para conviver numa situação de pressão.
A realidade de uma catástrofe pode ser muito pior…

Na hora da fome, as pessoas fazem aquilo que antes achavam impossível…

Na piscina, encarar 9 ou 8 graus é um desafio!

Passado isso, eles expressaram o que sentiram durante as provas.
Eles saem respeitando mais, dividindo mais as coisas, bem diferentes, mais unidos…”

Por Anselmo Barbosa

Esse é o primeiro filme, de uma série, que revela passagens marcantes da Sobrevivência.
Aguardem os próximos filmes!

Parabéns a todos os alunos que participaram de mais um treinamento bem sucedido!

Obrigado a todos os instrutores e a inestimável colaboração do Anselmo, que participou ativamente de todo logística e prática desse treinamento.

Ao Luiz Maia, Márcio Vieira, Maurício Mota e Anselmo Barbosa minha gratidão pelo excelente trabalho!

Lenita Cavalcante

“Há de ser louco para pensar que pode mudar o mundo. Mas, é justamente aqueles que não acreditam no impossível que vão lá e fazem.

Acho que o mundo precisa de mais loucos, mas loucos que acreditam que possam transformar o mundo em algo melhor do que este que criamos coletivamente, embasados na ignorância e egoísmo.

A única forma de mudar o mundo é parar de esperar do outro e se comprometer com a evolução pessoal a cada dia. Obrigada a todos, principalmente por viverem junto comigo o que foi mais valioso aprender.”
“Tudo de bom que a gente faz, o mundo vê”.

Bruna Berty

Vocês podem participar do filme, escrevendo um curto texto relatando essa experiência pessoal e gravando em seu celular, como fez a Sobrevivente Bruna Berty. Envie a gravação para: blog.educar.aviacao@gmail.com

Nosso Agradecimento à Bruna, ao Anselmo e a todos que deram o seu melhor. Parabéns!

Parte Prática – junho 2015

Nossa gratidão a todos os alunos que vivenciaram a Parte Prática de Sobrevivência, aos nossos Instrutores, Colaboradores e aos pais dos alunos pela confiança, que agradecemos.
Essa etapa já foi brilhantemente concluída! Que venham as próximas! Sucesso!
Equipe Educar
Veja o filme em Tela Cheia e, se sua conexão permitir, em HD.